terça-feira, 7 de setembro de 2010

Sangue

Inebriante
 Quente
 Excitante
 Nele viaja minha história
Ele me contem 
Ele me revela.
Se o perco
Enfraqueço
Se excedo
Enlouqueço. 
Me rendo
Quando vejo
Desperta meu desejo
Venha e brinde comigo
No calor dos lençóis
Mordo seus lábios
E sinto seu sangue,
Brindando a morte
E saciando minha sede.














Beijos sangrentos da vampira Laysha.


14 comentários:

  1. Adorei o blog, vou passar por aqui mais vezes

    ResponderExcluir
  2. Laysha...
    "BRINDANDO A MORTE E FAZENDO AMOR"...
    LINDO POEMA...
    BJUIVOS NO CORAÇÃO.
    TENHA DIAS TÓRRIDOS E NOITES ENLUARADAS...
    LOBA.

    ResponderExcluir
  3. Lindo e saboroso poema.
    Parabéns mais uma vez por elúcidar nossa mente com suas palavras!

    ResponderExcluir
  4. Sedutor e delicioso calor humano que satisfaz a vontade interior!

    ResponderExcluir
  5. Delirantee..
    cada vez que venho aqui eu vou com suas letras..

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  6. Um convite quente como o sangue que a alimenta, irresistível como o olhar da vampira.
    Encantador como as noiktes de lua cheia.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Lindo, já estou te seguindo tb. bjs
    Claudya do Gothicbox

    ResponderExcluir
  8. A pulsação do fluxo faz percorrer a corrente na essência das profundezas do Ser, a recolher o infinito do sopro

    ResponderExcluir
  9. Vampira, eu deixei um selo pra ti no meu blog.
    Espero que goste...

    ResponderExcluir
  10. somos sangue...

    belo poema

    http://terza-rima.blogsspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Adoro essa tua devoção ao vampirismo,principalmente quando expressas com a escrita.

    Lindo!

    http://terza-rima.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. uau, minha boca sentiu sede e a febre me consumiu, lindissimo....

    ResponderExcluir
  13. Os seus textos são sempre os melhores. :D

    Beijos Laysha :*

    ResponderExcluir