domingo, 6 de dezembro de 2009

Onde esteve na noite que clamei por ti meu anjo?
Em que coração esteve... quando o meu à ti chamou?
Que lágrimas enxugou quando meu rosto molhado
por você chamava?
Sei que estás ao meu lado... mas como te sentir
se nem mesmo sei como é seu rosto?
Seu toque suave não poderei sentir, triste sina essa
anjo salvador... embale meu sonhos e deixe que
eu sonhe por nós dois... quem sabe assim você se torne real.

3 comentários:

  1. Sonhe por toda uma noite, em um sono tranquilo e ininterrupto.
    Se neste sonho ver um rosto enfim, retrate o em seus versos que de tão perfeitos será de certo muito bem detalhado.
    Quanto ao toque que anseia, fique atenta, pois de certo o sentirá... Pois é este que acaricia seus cabelos acalentando seu tranquilo sono.

    ResponderExcluir
  2. Q poema encantador Laysha!
    Um amor platonico unico, afinal, um amor platonico cujo anjo amado sequer vc conhece o rosto...
    Divino! Maravilhoso!
    Sem palavras pra descrever.
    Otimo fim de semana pra ti.
    Bloody Kisses.

    ResponderExcluir
  3. Hello friend, have a nice sunday:)

    ResponderExcluir