sexta-feira, 30 de outubro de 2009


Preservo ainda a parte boa em mim...
os olhos calmos, a voz macia, o toque
suave das mãos.
Só não provoque minha ira.
Posso ser maldosa...
o mal em pessoa... a dor .
Ainda tenho medo de mim mesma..
da força secreta em minhas mãos,
do poder de minhas palavras.
Esse eu, assusta e domina as vezes,
vivo assim entre dois mundos...
o bem e o mal unificados em mim mesma.

5 comentários:

  1. *-*
    Você escreve muito bem, adorei o poema,
    XO

    ResponderExcluir
  2. Lindo querida!! obrigada pelo selo! quanto a minha postagem vc tem toda razão ser feliz é não depenser do qas pessoas pensam e se aceitar. obrigada pelo carinho bj*

    ResponderExcluir
  3. Ola bela vampira...
    adorei seu poema
    mas uma vez me supreendeu....
    sobre o selo obrigada;;;;por lembrar de minha pessoa

    beijos gelidos

    ResponderExcluir